Paula Aoki | Fonoaudióloga

voz



A voz é a forma de comunicação mais utilizada pelo homem. Por isso, quando ela sofre alguma alteração ou quando não está de acordo com as características esperadas para o sexo, faixa etária e a demanda vocal, a qualidade de vida do indivíduo pode ser afetada. Para determinado grupo de pessoas uma alteração vocal pode comprometer o exercício profissional. Nesse sentido, denominamos profissionais da voz aquelas pessoas que dependem da voz para exercer sua profissão. A esses indivíduos, a saúde vocal é de extrema importância. As perguntas e respostas abaixo foram desenvolvidas especialmente aos profissionais da voz, no sentido de informá-los e orientá-los a respeito de como cuidar melhor da voz. A voz é a forma de comunicação mais utilizada pelo homem. Por isso, quando ela sofre alguma alteração ou quando não está de acordo com as características esperadas para o sexo, faixa etária e a demanda vocal, a qualidade de vida do indivíduo pode ser afetada. Para determinado grupo de pessoas uma alteração vocal pode comprometer o exercício profissional. Nesse sentido, denominamos profissionais da voz aquelas pessoas que dependem da voz para exercer sua profissão. A esses indivíduos, a saúde vocal é de extrema importância. As perguntas e respostas abaixo foram desenvolvidas especialmente aos profissionais da voz, no sentido de informá-los e orientá-los a respeito de como cuidar melhor da voz.

Quando uma pessoa pode ser considerada profissional da voz?
São consideradas profissionais da voz todas as pessoas que dependem dela para realizarem seu trabalho, ou seja, pessoas que em situações de rouquidão ou afonia (perda da voz) ficam impossibilitadas de exercerem suas tarefas. Dubladores, professores, cantores, atores, tele jornalistas, operadores de telemarketing, locutores e radialistas são alguns dos exemplos de profissionais da voz.

Como o fonoaudiólogo pode ajudar um profissional da voz?
O fonoaudiólogo é o profissional capacitado para avaliar, orientar, prevenir e reabilitar os problemas vocais. Os profissionais da voz dependem da saúde vocal e de uma boa expressividade para manterem a qualidade de seu trabalho e o fonoaudiólogo pode ajudar com orientações, exercícios e técnicas específicas para a manutenção da saúde da voz e o aprimoramento da comunicação. O trabalho fonoaudiológico pode ser desenvolvido em consultórios, hospitais com serviço especializado ou nas empresas onde trabalham os profissionais da voz.

Minha voz é muito aguda ou grave como modificar?
Muito aguda, grave ou estridente. É comum ouvir reclamações acerca do próprio tom de voz. No entanto, o problema tem solução.
"É sempre possível melhorar aspectos da voz que não estejam adequados à personalidade, sexo, estilo de vida ou necessidades profissionais". "Se a pessoa identifica algo que ela não gosta, há grandes chances do problema ser modificado ou minimizado".

As reclamações são muitas, como é o caso das vozes estridentes ou agudas. "Algumas vezes essas vozes estão relacionadas à tensão fonatória, e podem ser facilmente transformadas. Por muitas vezes ela está relacionada à imagem de infantilização.

O tempo de fonoterapia varia de pessoa para pessoa.
Estou rouco, mas preciso usar a voz profissionalmente. O que devo fazer?
Procure usar a voz de maneira mais suave, mais baixa (mas sem sussurrar) e articular bem as palavras. Se possível, adapte suas atividades de trabalho, tentando poupar ao máximo a voz, ou seja, usá-la apenas quando necessário. Beba água com frequência e, quando possível, procure descansar a voz. Lembre-se que rouquidão não é normal e que, caso ocorra por mais de uma semana ou de forma frequente, deve ser avaliada pelo fonoaudiólogo e pelo médico otorrinolaringologista.

Problemas de voz podem comprometer o exercício profissional?
Existem alguns problemas de voz que podem limitar o desempenho profissional. O fonoaudiólogo consegue desenvolver determinados recursos que auxiliam o profissional a adaptar sua voz, buscando melhora no desempenho de sua profissão. O que devo fazer se me sentir cansado após atividade de uso vocal intenso?
O ideal é descansar a voz. Beba bastante água e, se precisar falar, utilize frases curtas, com voz mais suave (sem sussurrar), e fale mais devagar. Deve-se tentar identificar possíveis situações que justifiquem tal cansaço, como falar muito forte e por muito tempo, competir com ruído, articular pouco as palavras, modular pouco a voz, entre outros. Procure diminuirá ocorrência destas situações.

Qual a função do aquecimento e do desaquecimento vocal?
O aquecimento vocal tem a função de preparar o aparelho fonador para uso vocal intenso. Este procedimento melhora o funcionamento das pregas vocais, a intensidade e a projeção da voz, além de diminuir o cansaço após o uso prolongado da voz. É uma boa estratégia para manter a qualidade da voz profissional, colaborando com a saúde vocal e com a prevenção de problemas. O desaquecimento vocal permite que a voz retorne aos seus ajustes naturais, favorecendo uma emissão mais suave.

Os professores podem utilizar estratégias para "economizar" a voz durante as aulas?
Sim. Algumas delas são: tomar pequenos goles de água durante a aula; não aumentar a intensidade da voz para competir com a fala os alunos; criar códigos com os alunos para solicitar silêncio (como apagar e acender a luz ou bater palmas); falar sempre de frente para os alunos; evitar falar durante todo o período de aula; evitar falar muito nos intervalos entre as aulas. Em muitos estados brasileiros, há programas de saúde vocal direcionados aos educadores da rede pública. Verifique se em seu município há algum desses programas e solicite orientações.

O que é preciso para falar forte e projetara voz?
Para ter uma voz forte e projetada é preciso uma respiração eficiente e uma boa articulação dos sons. Técnicas e treinamentos específicos podem auxiliar no desenvolvimento destas funções e o fonoaudiólogo é o profissional capacitado para desenvolver esse tipo de treinamento. Um bom aporte pulmonar gera uma voz com maior intensidade. Além disso, uma articulação mais ampla e precisa auxilia no desenvolvimento de uma voz mais projetada.

DICAS PARA VOCÊ SER AMIGO DE SUA VOZ:
Fale sem esforço e articule bem as palavras.
Mantenha uma boa postura corporal ao falar ou cantar.
Beba 2 litros de água diariamente.
Durma bem.
Tenha uma alimentação saudável rica em frutas e proteínas.
Use vestuário confortável.
Procure reduzir a quantidade de fala durante quadros gripais, crises alérgicas e período pré-menstrual.
Evite falar por longos períodos, principalmente em ambientes ruidosos.
Evite pigarrear, gritar e dar gargalhadas exageradas.
Evite ingerir leite e derivados, bebidas gasosas, chocolate antes de utilizar a voz continuamente.
Evite ingerir álcool em excesso, bem como outras drogas.
Cuidado ao cantar inadequadamente ou abusivamente.
Esteja atento aos primeiros sintomas de alteração vocal como cansaço, ardor ou dor ao falar, falhas na voz, mudança de tom, pigarro e rouquidão.
Evite ingerir álcool em excesso, bem como outras drogas.
No caso de problemas vocais, procure um fonoaudiólogo e um médico otorrinolaringologista.

Obs: O tempo de fonoterapia varia de pessoa para pessoa.

Curiosidades
Nossa voz é mais grave quando acordamos. Isso acontece, por conta de um edema fisiológico. "Podemos comparar com nossos olhos, que amanhecem inchados. Com as pregas vocais é a mesma coisa: não demos trabalho algum para ela durante a noite, então ela relaxou. O inchaço vai diminuindo com o passar das horas ou com o aquecimento vocal".

Durante a Tensão Pré-Menstrual (TPM) as mulheres ficam com a voz mais grave. Tudo por culpa do hormônio feminino estrogênio, que provoca inchaço no corpo todo – e as pregas vocais não saem ilesas. Quando o estrogênio cai, a voz volta ao normal. "Quem canta profissionalmente e é soprano, por exemplo, pode ter dificuldade na hora de cantar os agudos".

Maçã faz bem para a voz. Ela é adstringente e afina a saliva. "A maçã limpa o trato vocal, por onde passa o som. Com a saliva fina, a voz fica mais precisa.

Além do cuidado com o corpo e alimentação, começar o dia com um contagiante bocejo é muito saudável. "Essa atitude simples mexe com as estruturas do trato vocal e também alonga, permitindo que ele saia do modo de relaxamento.

Fontes:
Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia.
Minha saúde.

Fga. Paula Aoki
CRFa.8264-PR É fonoaudióloga clínica, formada pela Universidade do Norte do Paraná (UNOPAR) ano de 2002, atuando parte clínica desde 2002.
 
redes sociais
 
localização